Rosemary Pinto, diretora-presidente da FVS, morre por complicações da Covid-19

MANAUS – A diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary Pinto, morreu por complicações da Covid-19, aos 61 anos, nesta sexta-feira (22).

Rosemary esteve na linha de frente no combate à doença desde o começo da pandemia. Ela foi diagnosticada com Covid no dia 7 de janeiro. Na época, o órgão informou que ela estava em isolamento social e realizando tratamento domiciliar.

Até quinta-feira (21), conforme dados da FVS, mais de 6,7 mil pessoas morreram com a doença em todo o Amazonas.

Rosemary era farmacêutica bioquímica, epidemiologista de carreira da FVS e atuava há 25 anos na área. Em nota de falecimento, o governo afirmou que ela sempre “foi uma das bússolas do Amazonas na interpretação dos dados da pandemia no Estado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também

Galpões dos bois de Parintins geram empregos e renda na ilha

Os bois Caprichoso e Garantido, juntos, geram aproximadamente 5 mil empregos diretos Além da importância cultural, o Festival de Parintins também é um motor que impulsiona o crescimento de emprego e renda na Ilha Tupinambarana. Este ano, por meio de trabalhos coordenados pelo Governo do Amazonas, o espetáculo deve gerar 2,4 mil empregos diretos e […]

Powered by Mixplano Digital  © 2020 Impacto Amazonas